Quem Renunciou foi o Papa Bento XVI, Não o Presidente do Senado Federal

Imagem retirada do Uol Notícias
Vivemos na era do excesso de informação, estamos super expostos a qualquer notícia. Até mesmo qualquer "facebookeiro" que só tenha interesse em compartilhar fotos do "Chapolin Sincero" e "Gina Indelicada" esta ciente do que acontece em qualquer um dos 192 países e principalmente no Vaticano, mesmo que contra a sua vontade. 

Alguém viu a Rede Globo noticiar a respeito da situação dos índios do Mato Grosso do Sul? O incêndio em Santa Maria e suas duzentos e trinta e nove vítimas é coisa do passado. Ninguém mais quer saber da greve geral na Tunísia, a onda é: o líder mundial da Igreja Católica anunciou a renúncia do cargo.

Por mais que tamanha balbúrdia esteja sendo feita acerca da decisão de Papa Bento XVI, me pergunto como isso vai diminuir a tributação sobre os cigarros. Nada mudara, para mim e pra você. E se o nosso Presidente do Senado Federal renunciasse o seu mandato (de novo), a mídia trataria como um assunto corriqueiro, mas sério, mesmo assim sem tanto auê. Afinal Humberto Gessinger estava certo, O Papa é pop.